Registar | Iniciar sessão
Saúde 0 comentarios

Gatos com diabetes

Gatos com diabetesO teu gato é diabético? Se queres assegurar uma vida praticamente normal à tua mascote (embora sensivelmente diferente, apesar de tudo) o melhor é conhecer a doença que pode afetar os nossos animais, conhecer os seus sintomas, e saber os cuidados que lhes devemos procurar.

A diabetes é um transtorno hormonal que afeta geralmente os gatos de entre 10 e 13 anos de idade, que apresentam um excesso de açúcar na corrente sanguínea. A diabetes é um problema muito mais comum do que poderíamos chegar a pensar, e afeta principalmente gatos obesos e gatos castrados.

Uma das coisas que devemos ter claras é que embora o nosso gato sofra de diabetes, não temos que passar um mau bocado, já que existem tratamentos muito eficazes para isso, baseados nas últimas descobertas na medicina humana. O nosso veterinário irá ajudar-nos com o seu tratamento, mas felizmente é mais simples do que parece, já o verás.

O primeiro de tudo é conhecer os sintomas da diabetes nos gatos. Estes têm bastantes similaridades com os sintomas que se apresentam nos seres humanos. Falamos da presença de uma sede intensa, urina frequente ou perda de peso. Estes são os 3 sintomas mais frequentes.

Ainda assim podem apresenta-se outros como vómitos, perda de apetite, estado de decaimento geral, pele com um aspeto degradado ou anomalias respiratórias. Se no teu gato advertires alguns destes sintomas, o melhor que podes fazer é ir ao veterinário para que este diagnostique a saúde da tua mascote.

O que ocorre se os testes veterinários forem positivos? Primeiro de tudo que temos que conservar a calma, porque contrariamente ao que muitos pensam, os gatos diabéticos podem viver muitos anos felizes com esta doença.

Os tratamentos nos gatos diabéticos variam dependendo dos casos, embora em todos os processos se reveja muito bem a alimentação do animal, o número de refeições e geralmente administra-se-lhes doses diárias de insulina.

Para as injeções de insulina usam-se umas seringas especiais com umas agulhas muito finas que fazem com que o gato dificilmente sinta qualquer picada. Para nos assegurar-mos de que o animal não sinta nada, o teu veterinário pode recomendar-te que lhe ofereças algo para comer no momento da picada, para que o animal esteja distraído a comer, e não se aperceba de nada.

Mas por favor não te assustes com tudo isto, de ter que lhes administrar insulina diariamente se nós a tomamos como deve ser (ou seja, bem), pode ser mais um momento especial com a nossa mascote. Além disso o gato sentirá, com o passar dos dias, que esse medicamento lhe faz bem e é provável até que goste desse momento intimo contigo.

Uma elevada percentagem dos gatos que recebem o seu tratamento vivem uma vida prazerosa e feliz, por isso não desesperes por nada. Além disso pensa que a tua mascote é alguém muito especial para ti, e cuidar dela como o fazes é um gesto de amor enorme que lhe faz bem. E a ti também deve fazer.

Categorias: Saúde,
Compartilha-o:
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos gatos.
Segue-nos no
GatosMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no GatosMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.