Registar | Iniciar sessão
Gatos e gatinhos 0 comentarios

O cio dos gatos

O cio dos gatosO gato é uma espécie dotada de um definido instinto sexual, pelo que ma hora de planearmos conviver com um destes exemplares deveremos conhecer as consequências da sua atividade biológica, dado que o seu comportamento durante a época do cio é muito singular e pode inclusive tornar-se incómodo para o seu ambiente.

Na fémea, a idade da puberdade ( e em consequência, de ter o seu primeiro cio) oscila entre 8 a 10 meses, tornando-se mais prematuras, dentro desta classificação, as gatas de pelo curto. A temporada de máxima proliferação de cios é na primavera, pelo aumento sustentado das horas de luz.

Habitualmente manifestam períodos recetivos ao macho que duram entre 3 e 9 dias, separados por parêntesis de duas ou 3 semanas. Dado que as gatas ovulam no momento do coito, induzidas por um mecanismo hormonal, o coito desencadeia frequentemente uma cobertura.

O período de cio requer uma boa dose de paciência, pois a gata urina impunemente por qualquer canto da casa, com as suas inebriantes amostras de carinho em forma de gestos e ronronar e os seus, as vezes, estrondosos miados. Especial cuidado com a sua tendência em fugir e deixar de comer. E se o nosso desejo ou ilusão é ter gatinhos, não nos precipitaremos com o emparelhamento até alcançada a sua puberdade com mais ou menos um ano.

Quanto ao macho, muda a sua conduta com a chegada da puberdade de uma forma chamativa entre os 9 e os 11 meses, começando as suas frequentes escapadelas em busca de fémea. Podem ter cio em qualquer época, já que o fator fundamental da sua aparição é a presença próxima de gatas com o cio. Por essa tendência a escapar-se de um macho não castrado, as brigas com outros gatos tornam-no muito exposto a adquirir doenças, algumas irreversíveis, que se transmitem por sangue ou saliva, como a leucemia e a síndrome de imunodeficiência felina. Isto além de outros perigos urbanos como atropelamento, envenenamento ou agressões por cães.

Para fugir destes perigos se se tratar de gatos alojados em vivendas urbanas, torna-se aconselhável a esterilização cirúrgica, geralmente conhecida como castração, sem efeitos secundários de relevância. Não obstante, dispomos de métodos reversíveis à base de injeções que silenciam o cio nas gatas.

Categorias: Gatos,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos gatos.
Segue-nos no
GatosMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no GatosMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.