Registar | Iniciar sessão
Gatinhos 1 comentarios

Aprender brincando

Aprender brincandoNão é a primeira vez que falamos que os gatinhos se desenvolvem através do jogo. É através destas atividades lúdicas que estes se socializam, aprendem a comportar-se em sociedade, se convertem num caçador especialista, etc. Hoje vamos ver como as suas primeiras ações da sua vida lhes ajudam a converter-se no que serão dos maiores.

Brincadeiras com os seus irmãos e irmãs

É sobre a segunda semana de vida quando os gatos de uma camada começam a brincar entre eles. Pequenos golpes com as patas, tratam de subir no corpo uns dos outros, pequenas tentativas de morder, etc. São tentativas de imporem-se a tudo o que se move, e não importa que as primeiras tentativas sejam fracassos.

Dia após dias, as capturas se tornam mais bem-sucedidas, as técnicas são menos aleatórios e os assaltos mais controlados. Os nossos futuros caçadores (que ainda desconhecem a existência de ratos), aprendem mediante o jogo que uma presa da natureza se move, foge, contra-ataca e que se defende.

Brincadeiras com a sua mamã

A gata mamã, que vigia de perto os seus pequenos, deixa que os seus filhos brinquem e inclusive participem em que estes se deem conta. Por exemplo, esta pode mover a ponta da sua cauda e a agita suavemente para que os seus pequenos pratiquem uma espécie de “ataque à cauda”.

A mais sabe que está a ensinar-lhes gestos essenciais na vida de um gato. Com eles sabe que os pequenos estão pouco a pouco cobrando consciência das suas forças e das suas fraquezas, conhecendo mecanismos de defesa do território, aprendendo técnicas para imobilizar uma presa, … e com tudo isso, ganhando confiança em sim mesmos.

Um gatinho curioso que não tem medo dos ruídos e se centra noutro que se converte num adulto equilibrado com um comportamento exemplar em qualquer casa.

Regras de conduta

Certamente, através destes jogos a mãe também lhes incute aos pequenos boas maneiras no grupo. Um exemplo é a correção que faz aos que morde com demasiada força para fazer-lhes ver que não é necessário a não ser que enfrentem uma presa.

Através desta aprendizagem o gatinho se socializa e lhe incute a cultura do ronronar e as caricias no lugar das mordidelas e os arranhões. Uma vez que separes o pequeno da mãe deves continuar com esse trabalho: quando brinque contigo não deixes que te magoe com os seus dentes e unhas. Para o jogo imediatamente, reprendendo-o com uma voz severa e faz com que seja teu amigo e teu protetor.

Descobrindo os ruídos, a paciência, a precisão, …

Certamente que admiras a capacidade que têm os gatos para mover-se em silêncio, a paciência que têm para esperar, o seu sentido de equilíbrio, etc. Mas deves saber que estas qualidades não se conseguem sozinhas. Brincar com bolas, penas, folhas, etc., lhe familiariza com os ruídos e os movimentos. A procura de uma borboleta no jardim ou de uma mosca em casa lhe ensina paciência e precisão. A brincadeira é a escola da vida do gato.

Categorias: Gatinhos,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos gatos.
Segue-nos no
GatosMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no GatosMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.