Registar | Iniciar sessão
Comportamento dos gatos 6 comentarios

Gatos loucos: comportamentos estranhos dos nossos gatos

Gatos loucos: comportamentos estranhos dos nossos gatosA casa está em silencio. Estás a ver um filme na sala ou lendo um livro já na cama. E de repente, sem qualquer motivo, o nosso gato começa a correr, a saltar por todo o lado miando durante um longo tempo, para posteriormente deitar-se ao nosso lado como se nada fosse.

Já te aconteceu algo do género alguma vez? Muitos chamam a este tipo de comportamento os “ataques de loucura nocturna felinas”. Mas que razões levam os nossos gatos a comportarem-se desta forma? Nas seguintes linhas trataremos de entender melhor este comportamento tão peculiar e estranho.

Causas destes ataques de loucura

Há várias hipóteses que tratam de explicar este comportamento um pouco deslocado dos nossos felinos. A menos realista afirma que os nossos gatos treinam para converterem-se em ninjas e dominar os humanos. Por isso treinam em missões nocturnas para que não os vejamos.

Outra versão muito mais realista (e séria) é a que sustem que os gatos que se comportam desta forma têm acumulada demasiada energia e necessitam de gastá-la para poder descansar. Por isso este tipo de “crises loucas” é frequente vê-las principalmente em gatinhos ou gatos jovens.

Esta forma de passar de um estado inactivo e desinteressado a um estado intenso e completamente energético é um comportamento completamente normal nos gatos, não se preocupem. Trata-se inclusive de uma das suas técnicas de caça preferidas. Com este comportamento surpreende as suas presas. Agora entendes melhor, certo?

Prevenção dos momentos de loucura

Se estas “crises de loucura” não vos divirtam nem um pouco ou vos despertem pelas noites e são incomodativas, podes tratar de eliminá-las conseguindo que o teu gato consuma toda a energia existente no seu corpo. Podes fazê-lo através de jogos, e o ideal é que estes sejam na última hora da noite, para que o gato possa ir para a sua cama completamente satisfeito. O recomendável é que realizes actividades que estimulem as suas capacidades de caça.

Estas brincadeiras podes realizar sempre com brinquedos e objectos que o gato possa relacionar com estas actividades de caça. E quando não estejas em casa deixa-lhe os brinquedos ao seu alcance para que ele próprio possa brincar sempre que deseje. Desta forma ele próprio também gastará energia quando não se encontrem em casa.

Outros momentos de loucura

Curiosamente muitos gatos também têm uma “crise” de loucura justamente depois de realizar as suas necessidades. Duas teorias tratam de explicar este comportamento. A primeira supõe que o gato simplesmente se sente melhor e aliviado depois de realizar as suas necessidades, e que o celebra correndo por todo o lado para disfrutar do seu estado de bem-estar.

A segunda resposta afirma que este comportamento é em resposta a um instinto de sobrevivência, ao querer afastar-se rapidamente das suas necessidades já que os predadores podem rastrear o odor destas.

Seja qual for a resposta, não há muito que possamos fazer para controlar estes ataques já que são reacções instintivas. Mas como apenas duram breves instantes, quanto muito uns poucos minutos, o melhor que podemos fazer é disfrutar destes momentos divertidos dos nossos animais de estimação.

Atenção aos ataques de loucura

Se o nosso gato tem picos de actividade muito mais frequentemente do que o habitual e em alturas pouco habituais, é importante prestar muita atenção. Em primeiro lugar comprova que não se coça mais do que o habitual, já que pode tratar-se de pulgas ou picadelas de insectos. Faz um pequeno exame físico para comprovar que a sua pele está bem.

Infelizmente também há uma doença mais grave que pode explicar estes ataques de loucura repentinos. Chama-se síndrome de hiperestesia felina, e também é conhecida como síndrome de automutilação e síndrome da pele móvel.

Os gatos afectados por esta doença mostram-se muito agitados e as convulsões são o sintoma principal. Não duvides em consultar o teu veterinário se os ataques de loucura do teu animal de estimação são demasiado frequentes e preocupam-te.

Categorias: Comportamento,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Comentários
Eliminar este comentário
O Bob as vezes tem um "ataque de loucura" e morde, igual um cão, não gosta de colo, nem que passe a mão na barriga dele, que ele ataca.

Ele foi adotado a poucos meses, tem aproximadamente de 3 a 4 anos, iremos castra-lo. O que podemos fazer para controla este humor imprevisível dele?
Eliminar este comentário
Não percebo muito disso mas já aconteceu uma situação parecida com o gato de uma amiga minha! Sim (não e k seja necessário) mas pode castra-lo! Creio k pode resolver isso batendo-lhe quando for necessário(tal como um cão)! Ele irá perceber k fez mal!Ás vezes para fazer o bem é preciso ser-se mau! Talvez ele apenas quer brincar! Espero k isto sirva de ajuda!bjs
Eliminar este comentário
Olá, ele foi castrado a uns 10 dias, já esta mais caseiro, no entanto muito arisco, pula na nossa perna para morder, e fica chamando atenção. Ohhh céus, ohh vida!
Eliminar este comentário
se ele age como um cão...mais vale mostrar quem manda na casa! Creio k seja isso o k ele tem k perceber! Só tenho 12 anos por isso não percebo mt disso mas acho k o melhor k tem a fazer e impor-se!
Eliminar este comentário
Nome do meu gato é Mimi e ele deve ter uma 4anos, ele tem essas loucuras e é mais a noite. Eu sentada com minha vó na sala e do nada ele aparece pulando e correndo de um lado para o outro.
Eliminar este comentário
Ola minha gatinha nunca teve um comportamento assim elétrico...correndo de um lado pra outro esta estranha pois ela era muito quieta oq pode ser isso?
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos gatos.
Segue-nos no
GatosMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no GatosMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.