Registar | Iniciar sessão
Gatos Angorá Turco 0 comentarios

Origens e história dos Angorá Turco

Origens e história dos Angorá TurcoA origem da raça Angorá turco é muito interessante pois reflete a história em geral, e a história desta raça em particular.

Este gato é conhecido no Oriente há até mais de 1000 anos. O Angorá turco já foi descrito pelos romanos. Octavio Augusto, primeiro imperador de Roma, descreveu a sua gata branca com olhos de ouro como “delicada e refinada. Nobre e independente de espírito”.

Nas suas origens os donos desta raça de gatos eram os ricos comerciantes que os viam como um símbolo de pureza, refinamento e riqueza. O Angorá turco foi o primeiro gato de pêlo comprido que chegou à Europa.

O nome deste gato provém do nome antigo da capital da Turquia (atualmente Ankara). O seu nome se deu a todos os animais “angorás”, quer dizer, de pêlo médio comprido. Existem por exemplo coelhos de Angorá.

No século XVII (ao redor 1620) o explorador italiano Pietro Della Valle, intrigado por esta raça, foi o primeiro em descrevê-lo. O naturalista francês Fabri levou alguns exemplares da Turquia para França e foi o primeiro criador da raça da Europa.

Desde a sua chegada à Europa esta raça foi muito apreciada pela aristocracia europeia e em particular pela aristocracia francesa e o seu corte de Versalhes. Richelieu tinha catorze gatos. Os reis Luis XIII e Luis XVI também tinham exemplares desta raça já que eram considerados com um artigo de luxo. María Antonieta tinham igualmente vários e os enviou aos Estados Unidos antes de ser presa. Assim pois a raça chegou ao Novo Mundo e foi esta quem deu nascimento ao Maine Coon.

Em Inglaterra também foi um gato muito popular. No século XIX, associado com a raça British, criou-se a raça persa. O Angorá foi quem lhe transmitiu o gene de pêlo comprido a esta popular raça. Mas infelizmente, o Angorá turco não teve o mesmo êxito que este último. A raça foi-se perdendo e inclusive esteve ameaçada com a extinção depois da Segunda Guerra Mundial.

Os turcos vendo que podia perder-se uma raça tão valiosa para a sua história reagiram e decidiram protege-los. Vários exemplares foram acolhidos no Zoo de Ankara. Atualmente continuam a ser gatos protegidos.

Na década de 70 esta raça experimentou um novo auge. Em 1973 a Ca Fancier Association (CLS) reconheceu a raça, enquanto a Federação Felina Internacional o fez em 1988.

Ainda que esta raça é pouco popular, os Angorá são uns gatos muito importantes na história felina pela influência que tiveram em muitas outras raças que finalmente gozaram de mais notoriedade. A raça Angorá turco é a origem de muitas ouras raças atuais de pêlo comprido e pêlo médio como o Norueguês, o Siberiano, o Maine Coon e inclusive o Persa.

Quero destacar para terminar que o Angorá turco é uma raça que não foi criada pelo homem, ainda que sem intervir nela para melhorar as suas caraterísticas. Mas esta é uma raça natural.

Compartilha-o:
Artigos relacionados
Comentários
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos gatos.
Segue-nos no
GatosMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no GatosMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.