Registar | Iniciar sessão
Adoção de gatos 1 comentarios

Razões para adoptar um gato adulto

Razões para adoptar um gato adultoOs refúgios de animais estão cheios de gatos adultos. Felizmente para os gatinhos mais pequenos, estes rapidamente são adoptados. Mas os gatos com maior idade não têm tanta sorte. As razões são duas principalmente: os gatinhos são fisicamente mais adoráveis e, para além disso, foram criados uma serie de preconceitos sobre os gatos adultos que fazem com que muitos não queiram adoptar este tipo de animais.

Nas seguintes linhas trataremos de derrubar esses preconceitos infundados que se criaram e daremos um passo a favor dos gatos adultos, porque há mais de cem razões para se adoptar um gato adulto. Na continuação não as nomearemos todas, mas ao menos conheceremos as principais razões que devem incentivar-nos a adoptar gatos adultos e a aconselhar as pessoas que o façam.

Para a educação de um gato adulto é mais simples. Um dos preconceitos mais forte é de que um gato adulto tem as suas manias entranhadas e que é impossível corrigi-las, e isso não é nada assim. Um gato adulto está tão agradecido por quereres dar-lhe carinho todos os dias e sente tal atitude perante ti que com um pouco de paciência vai-se habituar aos hábitos que tu queres que tenha.

Esta ideia vem muito preconcebido em comparação com os cães, mas os gatos não têm o mesmo comportamento. Um gato não tem esse sentido tão marcado de um só dono. Os gatos sentem se têm humanos por perto que os querem ou não, sentem-se mais ou menos a gosto no entorno em que estão, e com tudo isso comportam-se de uma forma ou de outra. Se formos capazes de demonstrar-lhes carinho, de oferecermos um ambiente ideal para viver e de, com paciência, mostrar-lhes as coisas que gostamos ou não, este pouco a pouco se adaptará ao nosso estilo de vida.

Adopção de gatos adultosO carácter dos gatos adultos está muito mais consolidado, pelo que é mais complicado que tenha este tipo de comportamentos destrutivos. Para além disso os cuidadores dos refúgios conhecem na perfeição dos gatos adultos que têm, e saberão aconselhar-te que tipo de gato necessitas dependendo do teu estilo de vida: se passas mais ou menos horas em casa, se tens ou não crianças, etc.

Os gatos pequenos são mais imprevisíveis. Podem intuir o tipo de gato que é, claro, mas são animais cheio de energia e com uma educação um pouco descuidada pode fazer com que sejam destrutivos. Para além disso, requerem que estejamos muito mais pendentes deles.

A aparência muda mais nos gatinhos. Quando vemos um gatinho ficamos todos babados é perfeitamente normal. Mas os gatinhos pequenos têm de crescer e a sua aparência nem sempre será tão adorável como quando são pequenos. O seu pêlo cresce, a cor do seu pêlo faz-se mais escuro, etc.

Claro que quando o gatinho crescer e evoluir connosco já os vemos com os “olhos do coração” e parece-nos o mais bonito do mundo, mas no fundo todos temos na cabeça um tipo de gato predeterminado. Os gatos adultos já evoluíram quando os vemos no refugio e o seu aspecto futuro será bastante semelhante ao que vemos à primeira vista. Se nos conquista no refúgio, vai-nos conquistar durante toda a vida.

Saúde dos gatos adultos. Outro dos preconceitos que circulam sobre os gatos adultos é que estes podem apresentar problemas de saúde com frequência, mas a realidade é exactamente o contrário.

Se fores a um refúgio de confiança, este terá cuidado na perfeição desse animal, estará com as vacinas em dia, certamente esterilizado e o veterinário do refúgio cuida que este já nas melhores condições possíveis, não por nós, mas para que todos os animais sejam felizes e saudáveis.

Por todas estas razões e muitas mais podes adoptar com total segurança um gato adulto para que faça parte da tua família. Dá uma oportunidade a estes animais maravilhosos que compensarão com juros todo o amor que demonstres. Estes to darão multiplicado por cem.

Categorias: Adoção,
Compartilha-o:
Artigos relacionados
Comentários
Eliminar este comentário
Olá! Tinha um gatinho de cinco anos quando morreu de repente na última sexta feira.Ele estava bem,começou a comer a ração, teve ânsia de vômito, perdeu os sentidos e, em menos de cinco minutos estava morto. A boquinha por dentro e a língua ficaram roxas. Tentei reanimar, socorrer, mas não adiantou. Eu queria muito saber porque ele morreu e, se quando cheguei com ele ao veterinário, este não deveria tentar reanimá - lo, pois a única coisa que ele fez foi ouvir o coração com o estetoscópio e dizer: está morto. Abriu o portão e ficou esperando que eu saísse. Fui embora completamente desorientada.
Alguém pode me dizer algo sobre a morte tão rápida do meu gato e sobre o comportamento do veterinário?
Enviar
Registar | Iniciar sessão
Tudo sobre o mundo dos gatos.
Segue-nos no
GatosMania: Contato | Aviso legal
Email ou nome Palavra-passe Fechar ×
Ligar
Esqueci-me da minha palavra-passe
Regista-te no GatosMania.com Fechar ×
Nome/Utilizador:
Email:
Palavra-passe:
Sexo:
Data de nascimento:
  • O teu nome será o teu nome de utilizador e não será possível alterá-lo uma vez que tenhas escolhido um.
  • Ao registares-te nesta página, estás a aceitar os seus termos e condições de uso. Podes lê-los aqui.
Registar
Se o desejares, lembra-te que também podes iniciar sessão com a tua conta do Facebook.